Parceria de investimento

shutterstock_127355183O primeiro passo para investir na Bolsa de Valores é abrir uma conta em uma corretora. Este tipo de instituição financeira não só ajuda o investidor a definir o seu perfil, como o auxilia na escolha de produtos e oferece orientação especializada para a tomada de decisões. “Todo investimento na Bolsa de Valores tem que ser via corretora”, afirma Bruno Aguiar, orientador de investimentos. “A corretora realiza todo o trabalho de instrução do investidor: entende qual o perfil dele, para onde deve direcionar os recursos, o processo burocrático e a transferência de recursos”, explica o especialista.

==========

Dicas para escolher uma corretora

AVALIE A CORRETORA que mais combina com você e com seu jeito de administrar o dinheiro. Verifique que serviços ela oferece.

SAIBA DE QUE maneira a corretora vai lhe manter informado sobre o que acontece no mercado. Algumas oferecem relatórios de análises, outras trazem vídeos ou enviam dados importantes para o seu e-mail.

VEJA se a corretora oferece outras opções de investimentos, como Tesouro Direto (títulos públicos de renda fixa), fundos de investimentos, derivativos e outros.

REFLITA SOBRE o valor que pretende investir. Algumas corretoras têm como foco clientes que fazem altos investimentos. Outras corretoras têm como estratégia justamente o contrário: os pequenos investidores. Pergunte à corretora qual é o perfil de investidor que ela atende.

INFORME-SE sobre o valor da taxa de corretagem cobrada pela corretora. Ela costuma variar, dependendo dos serviços que estão à disposição.

Fonte: BMF Bovespa

Publicado em 30 de setembro de 2013

Deixe seu comentário

- O seu endereço de email não será publicado
- Campos Obrigatórios são marcados com *